• Amanda Ronca

Construções de Terra

História e tecnologia

A construção com terra é uma das técnicas mais antigas do mundo e apresenta diversas vantagens do ponto de vista da sustentabilidade. Diversas culturas antigas utilizaram diferentes técnicas de construção com barro. Hoje em dia temos, por exemplo, a taipa de pilão, pau a pique, adobe, superadobe, hiperadobe e outras. Inclusive várias delas foram amplamente utilizadas durante a colonização do Brasil, mas foram deixadas de lado como principal técnica de construção após a industrialização. Ainda assim é possível ver construções sendo feitas com essas técnicas em comunidades tradicionais e o movimento da bioconstrução está crescendo a cada dia no Brasil e no mundo. Apesar do desenvolvimento de novos materiais essas técnicas rudimentares persistiram por causa da sua qualidade, praticidade e economia.

A construção com terra geralmente está associada à pobreza e às construções precárias e provisórias. Mas isso não é uma regra e alguns países, como a Austrália e Espanha, estão incentivando o retorno da utilização desse material. No Brasil também temos alguns Escritórios de Arquitetura, como é o caso de Ka-Wa-Hê Arquitetura Sustentável, que estão levantando essa bandeira, mostrando que a construção com terra pode fazer casas bonitas, confortáveis e também luxuosas.

Hoje em dia podemos fazer construções incríveis utilizando o melhor dos dois mundos - um casamento perfeito entre o antigo e o novo, os materiais naturais e a tecnologia - onde a tecnologia entra somente para melhorar o que naturalmente não se consegue.

Depois que as paredes de terra são erguidas e terminado o acabamento, elas não devem precisar de manutenção por pelo menos 10 a 20 anos, quando será necessário aplicar outra camada de selante natural, que é um processo fácil.

Além disso, o barro é um material que não degenera e as paredes feitas com esse material costumam ser grossas e fortes, portanto duráveis. Existem vários exemplos de construções milenares feitas dessa forma que continuam de pé.


Fachada, cozinha e detalhes de uma casa de terra construída na Espanha. Edra Arquitectura Km0
Casa vernacular na Espanha - Edra Arquitectura Km0

Impactos ambientais

Os impactos ambientais causados por grandes empreendimentos têm trazido inúmeras consequências para a sociedade e para o meio ambiente. Aglomerados de edifícios, degradação da vegetação local, poluição dos rios que cortam as cidades, uso de materiais tóxicos e alergênicos, ambientes monótonos e insalubres, grande impacto provocado pelo lixo e esgoto acumulado, entre outros, são problemas existentes nos centros urbanos. Isso demonstra o quanto a necessidade do homem não está de acordo com a do meio ambiente. É claro que não há como construir sem causar danos ambientais, mas há formas de executar projetos de maneira menos danosa e mais sustentável.

Ambientes construídos com terra tendem a ser mais salubres, pela pouca variação de umidade. O barro é capaz de absorver a umidade e secar mais rápido e numa maior extensão do que qualquer outro material da construção civil. Ele pode absorver até 30 vezes mais umidade do que o tijolo cozido.

A terra não é tóxica, não polui e é um material vivo, que “respira”. Isso faz com que os edifícios sejam mais saudáveis, com melhor qualidade do ar interno e mais favoráveis ​​às pessoas.

A preparação, transporte e manuseio de barro numa obra requer apenas 1% da energia necessária para a produção e transporte do tijolo cozido ou concreto armado. Se a edificação utilizar terra escavada do próprio terreno, ou de local próximo, não há sequer poluição causada pelo transporte deste material.

O barro pode ser reutilizado inúmeras vezes durante um período extremamente longo. O barro seco pode ser reutilizado após imersão em água. E por ser um material natural, poderia voltar à natureza sem prejudicar o meio ambiente, desde que não esteja misturado com outros materiais que não sejam biodegradáveis.


Fachada, sala e detalhes da construção de terra feita na Austrália por Steffen Welsch Architects
Casa Ecoeficiente na Austrália - Steffen Welsch Architects

Custo-benefício

Qual é o custo-benefício de uma construção sustentável?

Em termos de custo, varia muito, pois depende do tamanho, do padrão desejado, acabamentos, tecnologias agregadas, do tempo disponível e da localização e acessibilidade ao terreno. Mas em comparação com outros materiais de construção, o custo da obra pode diminuir muito ao se utilizar o barro escavado. Mesmo que seja necessário transportar de outros lugares, ainda será mais barato do que os materiais industriais. Assim também se economiza combustíveis fósseis, pois o barro escavado não passa pela queima e assim, de quebra, também não se polui a atmosfera.

A construção sustentável pode incluir o uso de materiais naturais e tecnologia, normalmente sendo o ultimo mais caro do que o primeiro. Dessa forma, a conta final pode variar dependendo de quanto usará de cada um. Somando a isso o custo da mão de obra e dos acabamentos escolhidos, que podem variar de acordo com a região e o padrão.

Tem algumas despesas que podem ser mais altas ao se optar por construir com terra por ainda ser um conhecimento que poucas pessoas dominam. Mas é possível reduzir alguns gastos arregaçando as mangas e fazendo mutirões com os amigos e familiares, orientados por profissionais, além de outras escolhas que podem reduzir o custo da obra. Além disso, por causa das propriedades térmicas do barro a necessidade de climatização artificial diminui, reduzindo a conta de luz e economizando com a compra de equipamentos de ar condicionado e aquecedor.

Com um projeto bem feito, organização e um cronograma detalhado é possível ter uma construção agradável; com baixo consumo energético; menos problemas com mofo; de baixíssimo impacto ambiental; bonita e dentro do orçamento, por um preço muito justo! Existem construções para todas as classes econômicas e orçamentos, podendo ir do mais enxuto e simples até o mais luxuoso e complexo. Independente de qual seja o orçamento, é garantida a economia a longo prazo e a redução das pegadas no impacto ambiental.


Casa de terra em São Paulo, fachada, sala e detalhes da escada e porta principal.
Projeto Responsável em Atibaia/SP - Arquiteto Michel Habib

Características e Vantagens da Construção com Terra

Quais as características e vantagens de construir utilizando a terra?

A terra escavada do terreno normalmente é um material ideal para usar na Arquitetura Bioclimática e Construções Ecológicas. Além de suas propriedades, as construções de terra também se integram muito bem à paisagem e agridem menos o meio ambiente.

Pela espessura e a densidade do material, a penetração ou perda do calor pela parede é muito lenta e a temperatura interna do edifício permanece relativamente estável. Além do calor, o som também se propaga com dificuldade pelo barro, sendo também um ótimo isolante acústico.

A terra não é um material combustível, o que garante as construções de barro uma maior segurança contra incêndios, além disso, a parede de terra funciona como um escudo de campos eletromagnéticos prejudiciais e radiação, como ondas de rádio e TV.

As técnicas de construção com terra podem ser geralmente, executadas por qualquer pessoa, desde que o processo de construção seja supervisionado por uma pessoa com experiência para evitar erros que comprometam a segurança ou integridade do edifício ou das pessoas. Normalmente os processos requerem ferramentas baratas e máquinas utilizadas no dia-a-dia.

A terra como material de construção, realmente é incrível, não é mesmo? São tantas possibilidades e tantas vantagens! Fique ligado!

Me diz ai, você optaria por esse material para a construção da sua residência?


As construções de terra resistem melhor à variação de temperatura, são fáceis de construir e bloqueiam as ondas eletromagnéticas nocivas à saúde.
As construções de terra resistem melhor à variação de temperatura, são fáceis de construir e bloqueiam as ondas eletromagnéticas nocivas à saúde.

Cuidados e Informações

O barro é um material muito incrível para construir! Apesar disso, é importante atentar para algumas coisas e um profissional capacitado pode ajudar muito. Aqui vão alguns cuidados e informações úteis para construir com a terra.

As características da terra variam muito de um local para outro, às vezes dentro do mesmo terreno. Cada aplicação também precisa de uma mistura diferente, a mistura para levantar as paredes é diferente da mistura para fazer o reboco ou a pintura, por exemplo. Dessa forma, é preciso conhecimento para saber a composição específica de cada aplicação, poder avaliar as características encontradas nas terras disponíveis e adaptá-las.

O barro deve ser protegido do contato com a água, especialmente quando ainda estiver secando. É recomendado que as paredes de terra sejam protegidas por largos beirais e algum selante natural e também que não estejam em contato direto com o solo.

Devido ao baixo teor de umidade e sua elevada capilaridade, o barro conserva os elementos de madeira e palha envoltos por ele, mantendo-os secos. Dessa forma, o barro os protegem de insetos e fungos. No caso de se utilizar a técnica do pau-a-pique para construir, ou outra técnica semelhante, é muito importante garantir que a madeira e a palha estejam totalmente cobertas pelo barro.

É normal ocorrer fissuras ao secar, devido à evaporação da água utilizada para preparar a mistura do barro. Para reduzir a retração podemos diminuir a quantidade de água e argila ou colocar aditivos. Assim podemos evitar que a água se infiltre na parede, o que pode gerar outros problemas e comprometer a durabilidade.

Apesar de não ser muito fácil construir com o barro nos grandes centros urbanos, ainda assim é possível utilizá-lo para pintura das paredes e outras técnicas para a decoração dos ambientes como uma alternativa mais saudável e menos tóxica. Utilizando a criatividade é possível incluir elementos e soluções mais naturais e sustentáveis também em apartamentos e edifícios.


As edificações de terra precisam de ser protegidas da água, possuem uma variedade imensa de cores e propriedades, e pode-se adicionar tecnologias para melhorar seu desempenho.

Dessa forma podemos ver que a terra é uma excelente alternativa para a construção, sempre atentando para algumas coisas para garantir a qualidade e durabilidade, sendo, portanto recomendado o acompanhamento de um profissional. Se você se interessou por essas técnicas não deixe de entrar em contato e quem sabe fazer um orçamento. Compartilhe também com seus amigos e familiares. Esse movimento esta crescendo o tempo todo e isso dá alegria de ver!


Além dos edifícios que compõem a paisagem, é importante pensar também no saneamento, tratamento dos resíduos e energia renovável para ter um empreendimento sustentável. Fique ligado nas próximas publicações onde iremos tratar sobre esses temas.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo